3 anos de PMP: O que mudou?

Hoje completo 3 anos desde que conquistei a certificação PMP. Muita coisa mudou e quero compartilhar com vocês um pouco desta experiência! Será que valeu a pena? 

Vamos voltar à 2013?

Em 2013, quando resolvi buscar a certificação PMP, trabalhava em Campinas como Analista de Projetos, implantando sistema ERP da área médica. A empresa era pequena porém muito boa de trabalhar. Consegui adquirir muita experiência lá e espero ter compartilhado um pouco da minha com eles. Fiquei na empresa por 4 anos!

Percebi que estava com muitas funções de Gerente de Projetos mas não recebia salário nem era registrado como tal. Fiz um levantamento das minhas horas nas funções e praticamente já tinha o necessário para o exame PMP mas antes disso, resolvi começar uma pós-graduação em Gerenciamento de Projetos

Já em 2014, concluí a pós e resolvi fazer o exame PMP. Até aquele momento, nada de aumento salarial ou reconhecimento como Gerente de Projetos mas continuei desempenhando as funções normalmente. Então, em 18/08/2014 consegui ser aprovado no exame! A alegria foi enorme! Foi um marco e achei que, a partir daquele momento o reconhecimento viria.

Ser certificado PMP: Muito importante pra mim, mas não tanto para os outros

Mesmo com o certificado em mãos, a promoção não veio. Percebi que, apesar de contribuir muito para a empresa, não iria evoluir ali e era hora de seguir em frente. Passado alguns meses, resolvi buscar o reconhecimento fora e comecei a participar de alguns processos seletivos.

2015: Nova empresa

Em 2015 comecei em uma nova empresa, já como Gerente de Projetos! Meu salário em relação à empresa anterior aumentou em 100% – mas ainda abaixo da média salarial – e agora era efetivado como Gerente de Projetos. Legal né?

Um ponto importante: Nesta empresa eles exigiam que o profissional tivesse PMP – e sabiam o que o certificado significava. Durante a entrevista, fui questionado porque não era “Gerente de Projetos” na empresa anterior e tive que explicar que não me promoveram mas tinha as funções. Agora contratado como Gerente de Projetos, sabia esta dúvida não apareceria mais no futuro, então, um grande problema resolvido graças à experiência que tive e a certificação PMP.

Mas nem tudo são flores. A empresa era em São Paulo, tinha que viajar todos os dias para lá e os benefícios na empresa eram minúsculos. Bem cansativo!

Fui contratado para, além de gerenciar projetos de software, implantar uma “metodologia personalizada” de gerenciamento de projetos baseado em PMBOK e Métodos Ágeis. Um modelo híbrido quando isso nem era moda….

Mas ir e voltar todos os dias de São Paulo era bem cansativo. Resolvi então buscar outra oportunidade, mais próximo de casa e que pudesse continuar atuando como Gerente de Projetos.

2016 até hoje: Trabalhando em Valinhos

Após participar de alguns processos seletivos, fui aprovado em uma empresa de Valinhos, onde estou até hoje! Trabalho com gestão de projetos na área de telecomunicações, uma área que nunca tinha trabalhado antes e estou gostando bastante!

Mas e a certificação PMP? Ajudou mesmo neste processo?

No quesito evolução profissional, sem dúvidas. Os estudos para as certificações do PMI ajudam você a aprender muito, pois é impossível saber de tudo. Você pode ser um excelente gerente de projetos sem nunca ter usado algum processo ou ferramenta recomendada pelo PMI. Portanto, se preparar para o exame significa que você certamente aprenderá algo que poderá usar no seu trabalho.

Porém, quando eu participava de um processo seletivo, as vezes o profissional de RH não fazia ideia do que significada “PMP” e de todos os pré-requisitos que precisamos ter para conquistar isso. Alguns chamavam para entrevista apenas porque o gestor que abriu a vaga pediu isso mas não faziam ideia do que era.

Em geral, durante as entrevistas, as perguntas eram sobre, nesta ordem: Fluência em Inglês, Pós-Graduação e Certificados. Então, na prática, o certificado PMP só ajudou nos casos em que a empresa já tinha uma noção de Gestão de Projetos e realmente sabiam para que isso servia.

As certificações PMI-ACP e PMI-RMP então nem se fala. Acho que me perguntaram delas 1 ou 2 vezes apenas. Também ouvi em entrevista que ter um certificado não significa nada, pois “qualquer um pode ter”. Isso não é verdade já que o PMI valida as informações quando nos inscrevemos para o exame e temos que ter uma carga enorme de experiência e horas.

O correto seria uma empresa olhar um certificado desse e saber, automaticamente, que o profissional possui milhares de horas em projetos, entregou projetos e atuou durante vários anos na área. É uma comprovação validada por uma instituição conhecida no mundo todo! Mas, no Brasil, infelizmente não se importam com isso.

Apesar disso, toda a experiência acumulada com os estudos para a certificação mais a experiência do dia-a-dia nas empresas me ajudou a ir bem nos processos seletivos que participei. Tenho certeza que se não tivesse tirado esta certificação, não teria me motivado a procurar emprego em outra empresa, muito menos tirado outras certificações.

Próximos Passos

Não tenho intenção no momento de mudar de empresa porém, claro, quero fazer meu melhor pra crescer onde estou e profissionalmente. Estou estudando bastante e pretendo continuar conquistando certificados, mesmo que o mercado talvez não entenda isso ainda. Só o fato de sempre estudar, sei que aprenderei coisas que poderei usar no meu trabalho e na vida pessoal.

Espero que tenham gostado do artigo. Se você ainda não tem a certificação, não perca tempo: O PMBOK 6 será lançado em setembro e o exame mudará no começo de 2018. Corre que ainda dá tempo de você ter PMP ainda este ano e avançar na sua carreira!

Obrigado pela leitura e até o próximo artigo!

  • Daniel Ikeda

    Muito importante ressaltar isso mesmo “Só o fato de sempre estudar, sei que aprenderei coisas que poderei usar no meu trabalho e na vida pessoal”.
    Alexandre, estou fazendo um trabalho para a minha pós, porém não estou conseguindo certas informações do PMI por não ser associado, conseguiria tirar um tempinho para me auxiliar?
    Não sei se estou pesquisando de maneira errada, mas já tentei de tudo para encontrar essas informações, dentre outras que já encontrei, acho que poderia até ser o tema de mais postagens por aqui.
    O que estou atrás:
    – Mercado de trabalho no Brasil para certificados PMI (achei aqui – http://exame.abril.com.br/carreira/todos-querem-esse-gestor/ – porém não é tão atual).
    – Evolução dos chapters do PMI no brasil, quantidade por região (ou estado) (por quantidade de membros) (Coisa que a PMI divulga apenas para associados).
    – Evolução dos chapters do PMI no mundo (por quantidade de membros) (Também, igual ao anterior).
    – Evolução no tempo da quantidade de certificações PMI no brasil, e comparativo com certificados no mundo;
    – Certificados Associados a Seções do PMI no Brasil (vou tentar contato com o PMI-Brasil e ver se consigo).
    Entre outras que já consegui solucionar, vejo que o trabalho que me passaram não é tão simples, pelo fato de não obter acesso a essas informações.
    Ficarei muito grato com qualquer ajuda =D (dfikeda[at]hotmail.com)