OKR

[OKR] – Se você tem metas, vá de OKR! #1

Estamos no começo de 2017 (*Feliz Ano Novo!*) e é normal traçarmos metas. Porém nada adianta se você não conseguir cumpri-las ao longo do ano. Já ouviu falar de OKR? Como será que isso pode ajudá-lo a atingir estas metas?

Antes, uma rápida palavra sobre a Dieta Scrum

Comecei um projeto no início de Novembro de emagrecimento usando métodos ágeis. Minha principal meta de 2017 é atingir o peso ideal usando não somente alimentação e exercícios mas sim diversas técnicas de Gestão de Projetos, dentre elas o OKR. Acesse o site Dieta Scrum pra acompanhar o projeto. Já perdi 18 kg entre novembro/16 e Janeiro/17.

OKR – Objectives and Key Results

A sigla OKR significa “Objectives and Key Results”. É um sistema relativamente simples de engajamento e alinhamento em torno de metas dinâmicas e mensuráveis, usualmente definidas para cada trimestre. Foi criado pela Intel e inclusive adotado pelo Google lá em 1999. Continua sendo utilizado até hoje, o que apenas mostra que o sistema funciona tanto para novas e pequenas empresas como gigantes multinacionais.

Por onde começo?

Existem algumas formas diferentes de se escrever um OKR, mas a que acredito ser mais convencional é assim:

Eu vou (Objetivo) medido por (um conjunto de Key Results).

Ao definir um Objetivo, tenha em mente criar entre 2 e 5 Key Results apenas. Nada de errado em ter vários objetivos, mas não adianta exagerar nas Key Results pois você tenderá a se sabotar (já explico porque).

Definição de Objetivo e Key Results

Particularmente, a criação de um Objetivo e suas Key Results me lembra bastante uma Análise de Requisitos e a Gestão de Riscos dos projetos tradicionais, então quem trabalha com projetos já terá uma certa facilidade em pensar neles.

Ao criar um Objetivo, tenha em mente 4 fatores:

  • O que queremos atingir?
  • Qualitativo
  • Aspiracional e Motivador
  • Memorável

Já para criar os Key Results, 2 a 5 por objetivo, pense o seguinte:

  • Como sabemos se estamos chegando no nosso Objetivo?
  • Quantitativos
  • Critérios de sucesso que mostram se estamos progredindo
  • Métricas (recomendado) ou Milestones

Os “Key Results” nada mais são do que formas de medir como você está em relação a atingir um objetivo. Na gestão de riscos identificamos a probabilidade e o impacto de cada risco. Na análise de requisitos que definimos critérios de validação, de comprovação que o requisito foi atendido.

Da mesma forma, os Key Results são maneiras de comprovar que você realmente atingiu ou está próximo de atingir seu objetivo.

Vamos ver um exemplo?

Vamos considerar que o seu objetivo seja “Deixar os Clientes Satisfeitos“. Quais seriam os Key Results? Alguns exemplos:

  • Diminuir o retorno de campo de 20% para 5%
  • Aumentar vendas para clientes da carteira em 15%
  • Subir a nota do atendimento do Call Center de 3.8 para 4.2
  • Aumentar o número de propostas que se tornaram contratos de 60% para 68%

O interessante é que muitas empresas podem ter este mesmo objetivo porém Key Results totalmente diferentes.

Continua no próximo artigo

Nos próximos artigos continuarei a explicação sobre o método, que é simples de ser executado. Além disso, vamos falar sobre como ele pode ajudar no Scrum e nas suas metas pessoais. Acompanhe!

Obrigado pela leitura e até o próximo artigo!

 

Referência: Lean Performance