Que tal fazer uma dieta usando Scrum?

Todo mundo já fez alguma dieta na vida. Pode ser aquela dieta milagrosa da revista, uma que você recebeu por e-mail ou sua mãe mandou. Também vale uma dieta pra “bombar” na academia ou simplesmente uma dieta restritiva, como cortar pra sempre os doces ou bebidas alcoólicas.

O fato é que a grande maioria das pessoas precisa em algum momento lutar contra a balança, seja para ganhar ou perder peso, por motivos de saúde ou estético. Porém estamos acostumados a ter tudo na mão rapidamente.

Mas e com dieta? É assim também?

Infelizmente não, precisamos de meses ou anos para conseguir atingir o peso ideal. Além disso, você irá notar que, na maior parte dos casos, você só conseguirá atingir os objetivos da dieta se você ficar em casa o tempo todo, não somente pra ter tempo de preparar os pratos diferentes todos os dias, mas para realizar os exercícios e tudo o que envolve uma reeducação alimentar.

Toda dieta tem algo em comum: Adaptação. Mudar não é fácil. Não basta comer direito, você precisa se adaptar aos alimentos recomendados e mais: precisa adaptar o seu dia-a-dia para atender os requisitos da dieta. Pior ainda se você utilizar dietas prontas, ou seja, que não foram adaptadas para seu estilo de vida.

OK, você já percebeu que não gosto de dieta, mas e ai?

E ai que não podemos fazer apenas o que gostamos na vida, mas sim o que é necessário. Pensando nisso, comecei uma dieta, pensando em maneiras de aumentar as chances de sucesso dela.

Se eu consigo gerenciar diversos tipos de projetos, porque não gerenciar direito um projeto “meu peso, minha vida”?

Inicialmente pensei de fazer da maneira tradicional, com um cronograma, com datas, recursos, marcos, etc. Mas isso não ajudaria no principal problema da dieta: Adaptação. Lembrei então dos métodos ágeis, que focam nas pessoas e na sua convivência com o projeto e pensei: “E se controlar meu planejamento usando Scrum?”

Sua Dieta com Scrum

Para minha surpresa, encontrei várias referências sobre o assunto. Muita gente querendo perder peso e utilizando o Scrum para acompanhar o andamento.

Não vou me aprofundar na parte teórica mas, resumidamente, o principal motivo de utilizarmos o Scrum não é apenas para acompanharmos o andamento de forma visual, com sua dieta evoluindo em uma parede com post-its, com ou sem kanban. Mas sim aproveitar as principais práticas de reflexão e análise do que está acontecendo nas Sprints.

Você já tem uma meta, já sabe as dietas que fará e as atividades para atingi-las. Antes de tudo, priorize estes itens e crie as tarefas relacionadas a eles. Você pode ter por exemplo um item “Realizar Exercícios” e quebrar em pequenas tarefas para inserir nas sprints, como “Caminhada, Corrida, Academia”. Não precisa fazer tudo de uma vez pois não dará certo!

Para a minha dieta, defini Sprints de 15 dias e a meta de perder 25kgs. A vantagem disso é que, através do Planejamento da Sprint e da Retrospectiva da Sprint posso não somente planejar as próximas fases da dieta mas refletir sobre como foram os 15 dias anteriores e fazer ajustes para a próxima etapa.

Algum prato não caiu bem? Quebrou a dieta em algum dia? Porque? Quais foram os impedimentos que surgiram para atingir a sua meta da Sprint? Estas reflexões irão ajudar a não perder o ritmo e o foco da dieta.

Gráfico Burndown em Excel para controle de Peso

Atualização: 12/12/2016

Se você fala em Scrum, já vem na mente formas visuais de acompanhar o resultado. Pensando nisso, desenvolvi um modelo gráfico para você acompanhar o andamento do seu peso. No meu caso, dividi minha meta em 10 sprints de 15 dias. Como não existem maneiras claras de calcular minha velocidade, defini um valor igual para todas as sprints em relação a quanto pretendo perder de peso.

Conforme as sprints forem passando, terei uma melhor noção de quanto peso posso perder por Sprint. Como a cada 15 dias farei ajustes e adaptações, poderei avaliar se a meta é realmente coerente, se o prazo faz sentido ou se a própria dieta ou dietas escolhidas combinam com meu estilo de vida.

Dentro do documento coloquei algumas explicações sobre o funcionamento dela e algumas dicas de Scrum. Clique no botão abaixo para baixar o template e, surgindo dúvidas, me avise!

Atualização: Pessoal, o projeto está indo muito bem! O modelo da planilha você encontrará para download no site oficial do projeto. Acesse: www.dietascrum.com.br

Dicas Finais

Use o que você sabe sobre você a seu favor. Se você sempre passa por uma rua que tem aquela loja de doces e não consegue evitar, mude o caminho. Percebe que tem algo ou alguém sabotando sua dieta? Faça uma reflexão e lide com a situação para evitar o mesmo problema na sprint seguinte.

Consulte seu médico e seu nutricionista e explique sua situação. Ele pode ajudá-lo a montar um plano ou um backlog do que você precisa fazer pra atingir a sua meta e os intervalos das suas sprints. Não precisa explicar o conceito pra ele, basta dizer que você se adapta melhor se trabalhar em ciclos menores, não com dietas de longa duração.

Espero que tenha gostado da ideia. Acredito que o modelo possa ser aprimorado com outros artefatos ágeis, mas não podemos nos esquecer que o objetivo é fazer uma dieta ser um sucesso e não usar tudo o que existe sobre gestão de projetos ágeis.

 

Obrigado pela leitura e até o próximo artigo!