Valores e Ética em Gerenciamento de Projetos

Pela definição pura, ética é definida como “um conjunto de regras e preceitos de ordem valorativa e moral de um indivíduo, de um grupo social ou de uma sociedade.”

Os conflitos ocorrem principalmente por conta do indivíduo, que faz parte de um grupo social e de uma sociedade. O que ele considera como comportamento ético, pode não ser para outro, mesmo que exista um padrão de ética aplicado aos grupos e à sociedade.

Recentemente participei de um programa de Personal & Professional Coaching com meu amigo e Coach Marlon Silva, onde dentre outros objetivos desde programa foi identificar fatores positivos e negativos que influenciavam nas minhas decisões em busca de uma realização. Em uma das sessões falamos sobre Valores.

Cada pessoa possui diversos valores mas alguns são os principais e norteiam as decisões (do indivíduo). Sabe quando você está fazendo algo e se sente incomodado sem uma razão aparente? Pode ter certeza que é algum valor seu que está indo contra a decisão ou ação que está tomando.

Exemplo: Se você é uma pessoa que possui a Estabilidade como um forte valor, pode se sentir incomodado de atuar como free-lancer, já que é uma atividade que não garante esta estabilidade, uma vez que em certos momentos poderá ter trabalho e em outros não.

Um valor pessoal pode estar acima de outro. Se você tem um valor Liberdade maior que a Estabilidade, pode preferir um emprego menos estável (com menos benefícios) mas que permita que você tenha bons horários de lazer e férias.

Dentre outros valores, um dos meus principais foi Honestidade, que está ligado diretamente à ética. Fazer algo desonesto ou anti-ético, não irá me agradar ou irá atrapalhar outros setores da minha vida. Em todos os dias da nossa vida seremos confrontados com decisões que afetarão estes valores de alguma forma positiva ou negativa. Conhecer estes valores irá ajudá-lo à entender porque uma ação ou outra incomoda tanto ou lhe faz se sentir muito satisfeito.

Mas e quando somos confrontados com situações alheias as nossas vontades e valores? Por mais que nós sejamos responsáveis por praticamente todas as decisões na nossa vida, passamos por situações em que nem sempre podemos decidir fazer o que achamos certo. E como lidar com isso?

Em Gerenciamento de Projetos, em muitas organizações, o gerente não possui autonomia para aprovar esse ou aquele projeto. Em muitos casos ele é alocado em projetos já criados ou até mesmo em andamento.

Pelo Código de Ética e Conduta Profissional do PMI, temos a seguinte definição sobre Responsabilidade:

“Responsabilidade é nossa obrigação de assumir a propriedade pelas decisões que tomamos ou não, pelas ações realizadas ou não, e pelas consequências resultantes.” 

Entendo que, mesmo decisões não tomadas por nós, se estamos envolvidos, somos responsáveis por elas!
Um Gestor de Projetos, mesmo não sendo sempre responsável pela criação do projeto, ele tem o poder de decisão de aceitar ou não gerenciar este projeto. Você seria o Químico Responsável, que aparece no rótulo dos produtosde uma indústria que usa materiais de segunda na composição de um cosmético? Dizer “Eu não aceito este projeto” para o chefe pode ser difícil não?

Assim como Honestidade é um dos meus principais valores, temos um capítulo sobre isso no Código de Ética e Conduta Profissional do PMI.

Honestidade é o nosso dever com verdade e com agir de maneira verdadeira tanto em nossas comunicações como em nossa conduta.”

Na parte de “Padrões Desejáveis” temos uma observação interessante:

Isso inclui ter a coragem de compartilhar notícias ruins, mesmo que possam ser mal recebidas. Além disso, quando os resultados são negativos, evitamos esconder informações ou transferir a culpa para outras pessoas. Quando os resultados são positivos, evitamos levar o crédito pelas realizações de outros. Essas disposições reforçam o nosso compromisso de honestidade e responsabilidade.” – Código de Ética e Conduta Profissional do PMI

A definição de comportamento ético para um indivíduo pode variar para outro, mesmo existindo um padrão para o grupo ou sociedade em que ele está.

Imagine você como gestor de um projeto no lado do fornecedor. Você precisa avisar o cliente que o projeto não está indo bem porque ele não cumpriu algumas premissas básicas.
Você pode ficar em silêncio, entregar o projeto com menor lucro e beneficiar o cliente (prejudicando sua corporação) ou avisar a todos e tomar a melhor decisão em conjunto. Você pode dizer que o cliente consumiu mais horas, mesmo tendo consumido menos horas do projeto, para compensar esta perda financeira.

Qual a decisão ao seu ver correta e qual é a decisão mais ética? Será a mesma?
Se você é o vendedor do projeto, diria para o cliente que precisa cobrar mais? Você diminuiria sua margem para o projeto não dar prejuízo?
Você como dono da empresa, pararia um projeto que indicasse prejuízo, mesmo sendo para um cliente importante?

Como sair vencedor em uma negociação dessas? Um projeto precisa ser, na totalidade, “ganha-ganha“. Se um lado sai prejudicado, um lado sai vencedor ao fim do projeto, não foi um bom projeto pra ninguém.

5.3.1 – Não adotamos ou somos coniventes com comportamentos destinados a enganar outras pessoas, incluindo, entre outros, fazer declarações enganosas ou falsas, declarar meias verdades, fornecer informações fora de contexto ou omitir informações que, se conhecidas, tornariam nossas declarações enganosas ou incompletas. Código de Ética e Conduta Profissional do PMI

Pense que você é o Gestor de Projetos de um projeto governamental. Tudo está indo bem no seu projeto e no meio do caminho, você no lado do fornecedor, descobre que a licitação só foi ganha através de propina.
Você denunciaria, mesmo sabendo os problemas que irá enfrentar judicialmente, mesmo sendo inocente, mas somente pelo fato da denúncia? Está pronto para aceitar os impactos futuros na sua carreira, positivos ou negativos desta decisão?

Se o seu valor Honestidade for acima do valor Riqueza, certamente você o fará. Mas e se o seu valor principal for Sucesso, Riqueza? Você acharia errado fazer qualquer coisa para atingir seu objetivo, mesmo que fosse algo ilegal ou imoral?

Mas o Código de Ética e Conduta Profissional do PMI se aplica somente a profissionais certificados pelo PMI ou envolvidos em atividades relacionadas ao PMI (como seguir o PMBOK), então como não uso, não preciso seguí-lo“.

Sim, ele se aplica obrigatoriamente à estes indivíduos, por ser um padrão do grupo social PMI. São as normas que temos que nós, os profissionais envolvidos com o PMI temos que seguir mesmo se eventualmente não concordamos com elas. Caso um profissional envolvido com o PMI seja denunciado por alguma conduta anti-ética, ele pode, dentre outras situações, perder a certificação para sempre!

Mesmo você não tendo relação nenhuma com o PMI, se você possui o valor Honestidade elevado, não seguiria estes padrões?

Pense nisso e tome a decisão certa para seu projeto ou até mesmo na vida pessoal. Quais são os seus valores? O que importa pra você? Descubra e decida. Recomendo a leitura do Código de Ética e Conduta Profissional do PMI. Além de importante para as provas de certificação, certamente fará a diferença na forma como você lida com seus projetos pessoais e profissionais.

Gostou do artigo? Quer debater ou conversar sobre ética, coaching ou outros temas? Use os comentários e compartilhe!